Falta pouco para a estreia de Vina Calmon no Carnaval de Salvador á frente da Banda Cheiro de Amor: “Ansiedade aumenta a cada segundo”

. . Nenhum comentário:

De alguns anos pra cá, a música baiana veio se reinventando, mas não nas melodias animadas que levantam os foliões que seguem os trios, mas sim mostrando novos rostos, que assumiram os vocais de bandas que fizeram e ainda fazem história nos carnavais e também nas micaretas.

Exemplos são de Bell Marques, que deixou o Chiclete Com Banana, dando lugar a Rafa Chaves, Saulo Fernandes, que 12 anos depois, deixou a responsabilidade nas mãos de Felipe Pezzoni e também a Banda Cheiro de Amor, quando Alinne Rosa, este ano, cantou no Carnaval de Salvador pela última vez e deixou que Vina Calmon assumisse os vocais do grupo, que existe há mais de 30 anos.

No próximo Carnaval de Salvador, será Vina que levará os blocos com a Banda Cheiro de Amor. 2014 ainda não acabou, mas os preparativos para a tradicional festa baiana já estão a todo vapor e a contagem regressiva também. E Vina sabe bem que precisa correr para fazer bonito em sua estreia oficial à frente da Banda Cheiro no Carnaval de Salvador: “A ansiedade aumenta a cada segundo”, brincou a cantora durante o bate-papo com o Farol Pop.

A cantora disse que, desde que assumiu os vocais da Banda Cheiro, este ano, todo dia é um aprendizado. “Tem sido um ano maravilhoso, o melhor ano da minha vida. A rotina de trabalho é intensa e gratificante, porque nós podemos ter um feedback a cada show, a cada viagem, que estamos no caminho certo”.

Ao ser questionada se a ficha já caiu por estar no comando de uma das bandas de maior sucesso do país, Vina explica que ela foi caindo aos poucos, principalmente quando via uma multidão cantando as músicas banda. “Quando vejo as pessoas cantando país afora, mais recentemente no festival Summer Time, é maravilhoso. Ainda me sinto vivendo um sonho”.

Carnaval 2015

Os fãs que seguem a Banda Cheiro de Amor no Carnaval de Salvador podem esperar muitas novidades, vindas do primeiro DVD de Vina à frente do grupo. “Vamos trabalhar principalmente as músicas novas. Também estamos incorporando novas versões aos clássicos do Cheiro, que não podem faltar no Carnaval, né?”.

Mas Vina também precisa preparar o corpo para aguentar cerca de seis horas em cima de um trio elétrico, animando os foliões: “A preparação física também está começando a ficar bem puxada, pra ter fôlego. Geralmente, eu treino de segunda a sábado, varia um pouco de acordo com a agenda da banda e com os compromissos de uma forma geral. Também procuro manter uma alimentação regrada, além de me hidratar bastante. Não tem muito segredo, é só ter disciplina”, explica.

Assim como Claudia Leitte, Ivete Sangalo e Daniela Mercury, Vina também usará fantasias, mas o tema Vina adianta que é segredo: “Teremos figurinos especiais em todos os dias, mas tudo ainda em segredo! Já estive em São Paulo algumas vezes para experimentar e vem coisa por aí”.

E a ansiedade? “Aumenta a cada segundo (risos). Mas, graças a deus, temos muito trabalho para ocupar a cabeça até lá”.


#colenocheiro

A Banda Cheiro de Amor lançou recentemente uma campanha para a festa dos foliões em Salvador. O projeto #colenocheiro quer procurar e também mostrar os fãs que seguem a história do grupo e querem mostrar isso nas redes sociais. “A ideia veio do pessoal do grupo, em movimentar os fãs da banda nesse período que antecede o Carnaval. É uma brincadeira que faz alusão a um trechinho da música nova, Swing de Mainha, que diz ‘cole em mim’. Vai ser um Carnaval muito importante para o grupo de uma forma geral, pois completa 35 anos de história”, conta Vina.

A cantora ainda completa: “Vai ser importante pra mim também, porque será minha estreia à frente da banda nos blocos. Então, a ideia é unir esses dois pontos, contando com o apoio de que mais importa, que são os nossos fãs”.

A Banda Cheiro de Amor animará os foliões dois dinas no Circuito Barra/Ondina (sábado no Yes e terça no Bloco Cheiro) e dois dias com o Bloco Cheiro no circuito Campo Grande, em Salvador. Outras cidades também receberão os shows da banda, mas a agenda ainda não foi fechada com as datas.

Novidade na música baiana

Como foi citado no início do texto, muitos cantores baianos seguem carreira solo e deram espaço para novos rostos, mostrando os talentos que a música baiana possui. E Vina faz parte dessa nova safra de cantores da música baiana.

“Me sinto privilegiada por estar fazendo parte disso tudo ao lado de grandes pessoas e profissionais maravilhosos, como é ocaso de Felipe (Banda Eva), Levi (Jammil) e Rafa (Chiclete com Banana), entre tantos outros. Então é mais ou menos por aí, a música baiana é um celeiro de grandes artistas e estar inserida é um privilégio enorme”, conclui.

Comece a entrar no clima do Carnaval com Swing de Mainha:



Fotos: Vinícius Botelho 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Siga-nos

Facebook

Newsletter

Translate