Vitrolla 70 tem o samba rock como ponto de partida, com influência de Jorge Ben Jor; saiba mais sobre o trio

. . Nenhum comentário:

Só pelo título deste post já é possível saber de onde vem as influências do trio Vitrolla 70, formado pelos músicos Mateus Machado (vocal), Digão (baixo) e Dada Soul (teclados). Trabalhando em seu disco de estreia, Rock Samba Style, eles investem no soul, com muita música negra e aquele samba-rock de não deixar ninguém parado.

As 11 faixas autorais trazem participações especiais das cantoras brasileiras Marina Decourt em Preta Rara, e Tereza Gama em Se For Meu; já Mariela Kruz traz um pouco da cultura cubana em Minha Cor.

O Farol Pop conversou com Digão, que contou um pouco da história da banda, curiosidades na hora de compor e concluir as melodias.

Farol Pop: Para começar já vou fazer a mesma pergunta feita na canção que dá nome à banda. “O que é a Vitrolla 70?”

Digão: A Banda Vitrolla 70 é formada por três amigos que gostam e possuem muitas influências dos anos 70, como Soul, Black Music, Gospel, MPB, etc. E quando conseguimos nos reunir, colocamos em prática estas influências em nossas composições, arranjos, figurinos e apresentações

Farol Pop: Vocês têm uma ‘pegada’ do samba dos anos 70, misturado com rock, soul, com um pouco da música negra, entre outros estilos. Como definiram que teriam esse misto de estilos musicais?  

Digão: Na Verdade a forma com que nos apresentamos e compomos não foi imposta ou pré-definida, mas sim surgiu naturalmente com as influências musicais de cada um, com as características de cada um e muita personalidade em assumir neste primeiro trabalho esse "Mix" de gêneros, mostrando a versatilidade da Banda Vitrolla70.

Farol Pop: Já na canção Eu Não Sei Dançar, vocês citam o nome de Jorge Ben Jor. Ele é uma das influências da banda? Há mais influências? Quais são?

Digão: Sim, Jorgen Ben Jor é uma das principais influências da Banda Vitrolla 70, assim como Ray Charles, Roberto Carlos e Erasmo Carlos, mas podemos destacar também Toda Jovem Guarda, Marvin Gaye, Bebeto, Marku Ribas, Trio Mocotó, Gospel Norte-Americano, Reginaldo Rossi, Elza Soares, Luiz Melodia.

Farol Pop: As composições do disco Samba Rock Style são autorais? Caso sim, onde buscam inspiração para escrevê-las? Ou caso sejam de parceiros, qual o critério de escolha das letras para gravá-las?

Digão: As Composições do disco são 100% autorais e as inspirações vem do nosso dia a dia e de histórias que presenciamos ou que amigos contaram. Como por exemplo em Rosildo conseguimos criar um personagem misturando três histórias em uma só.

Farol Pop: Vocês contam com a participação da cubana Mariela Kruz em Minha Cor e das brasileiras Marina Decourt, em Preta Rara, e Tereza Gama em Se For Meu. Como surgiu essa parceria com as cantoras?

Digão: As três participantes sempre foram nossas parceiras de palco em outros trabalhos paralelos, cada uma com sua característica, mas desde o período de escolha de repertório já pensávamos em incluí-las neste projeto.

Farol Pop: Na hora da produção musical como era a escolha das melodias, tipo essa música vamos focar mais no samba, essa outra no rock, no soul. Como isso era definido?

Digão: As melodias surgiram junto com as composições, onde procuramos deixar bem explicito as influências dos anos 70 na sonoridade, na textura e na execução instrumental.

Farol Pop: O que vocês destacam de diferencial nesse primeiro projeto da banda? O soul/funk e até mesmo o samba rock, hoje, tem mais destaque lá fora do que aqui no Brasil. Isso também é um outro diferencial da banda?

Digão: Sim, acreditamos que essa versatilidade natural da banda Vitrolla 70 destaca-se como um diferencial, principalmente porque todos nós já participamos de diversos projetos de diversos gêneros e é exatamente isso que define o "estilo Vitrolla 70". Acreditamos que esse diferencial pode sim nos abrir portas para apresentar e agradar um leque muito grande de preferências musicais.

Farol Pop: Com esse lançamento, vocês já estão com agenda de shows, estão preparando uma turnê?

Digão: Sim, nossa turnê de Lançamento do " Rock Samba Style " se inicia no dia 17 de agosto no Sesc Santo Amaro, em São Paulo e 23 de agosto no Ginásio do Elite Itaquerense, também em São Paulo. Todas as quintas de Setembro estaremos na Galeria Olido, no Centro de São Paulo e estamos muito ansiosos para mostrar nosso som, nosso estilo, nossa alegria para todos!

Ouça Eu Não Sei Dançar, uma das canções de Rock Samba Style, do Vitrolla 70:



Foto: Divulgação

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Siga-nos

Facebook

Newsletter

Translate