Bruninho e Davi: “Não ficamos limitados em um só produto. Queremos deixar um legado”

. . Nenhum comentário:

O destaque nacional e internacional que o sertanejo vem tendo há cerca de 5 anos trouxe duplas de diferentes estilos; as que tocam modões e tem como princípio a essência romântica da música caipira, os que acrescentam isso ao estilo universitário e por que não, todas essas características citadas mais o pop. Sim, o pop. E foi a partir desse estilo tão diferente, mas ao mesmo tempo tão próximo do sertanejo que destacaram Bruninho e Davi, principalmente nas pistas das baladas de todo o país.

Donos de composições como Se Namorar Fosse Bom, Uisminofai, Zona Sul, a dupla aproveitou a boa fase para mostrar uma cara diferente no primeiro DVD Ao Vivo Em Campo Grande, colocando no repertório os sucessos e inéditas como as românticas Preto e Branco e a nova de trabalho Me Leva Amor.

Formada oficialmente em 2009, os amigos de Campo Grande, no Mato Grosso do Sul, já tinham a música no currículo, tocando em bares da capita sul-mato-grossense. “Nosso primeiro disco foi totalmente pop”, lembra Davi, quando fazia parte da Banda Vega junto com Bruninho. A dupla conversou com o Farol Pop na última quarta-feira, 6 agosto, no show de lançamento do DVD na Brook’s Bar, em São Paulo.

Entre as muitas influências do pop, então nomes brazucas como Skank, Jota Quest, Reação em Cadeia e também gringas, como John Mayer, Bruno Mars, Maroon 5. E como trouxeram o sertanejo para a carreira? Bruninho trabalhou com o produtor musical Dudu Borges, que inclusive foi o produtor do DVD junto com Fernando Hiro. Dudu é um nome conhecido no sertanejo, responsável por projetos musicais de nomes como Michel Teló, Bruno e Marrone, Jorge e Mateus e por aí vai.

Além disso, quando morou sozinho em São Paulo, Bruninho teve um contato muito grande com o trabalho de João Bosco e Vinícius, o que impulsionou ao cantor a seguir a carreira no sertanejo com Davi.

“Mas a gente deve muito da nossa carreira a Michel Teló. Ele é nosso padrinho e confiou em nosso trabalho”, diz Bruninho. O cantor sertanejo apadrinhou e confiou em Bruninho e Davi, gravando com eles Vamo Mexe, canção que foi parar em Sunset, último DVD de Teló. O paranaense também marcou presença no trabalho de Bruninho e Davi, na vaneira Somei.

Falando em participações, Bruninho e Davi contaram também com participações de amigos de destaque do cenário. O já citados João Bosco e Vinícius cantam O Mundo Gira; Jorge e Mateus firmaram parceria em Onde Nasce o Sol. “Imagina só, os caras são os grandes do Brasil, dando oportunidade para dois caras que nunca viram na vida, quando que ia pensar uma coisa dessa. Mas a gente conquistou eles nos backstages, onde nos conhecemos”, diz Davi.

Fecha o time de participações a dupla mato-grossense Leo Verão e Daniel Freitas na regravação de Morena, da banda carioca Scracho.

Os modões também fazem parte do repertório em um momento em que a dupla faz com que os convidados se sintam literalmente em uma mesa de bar. “Nós somos nascidos e criados em Campo Grande, então não teve como não fazer uma homenagem ao nosso estado, a nossa origem”, afirmam os cantores. Entre os clássicos escolhidos estão Trem do Pantanal, Pagode em Brasília, Vou Tomar um Pingão e Página de Amigos.

“Começamos a projetar esse DVD um ano antes da gravação, bem detalhado, bem planejado. Davi começou a escrever algumas músicas, começamos a seleção do repertório e até na estrutura também. Não queríamos nada de led, mas sim algo mas orgânico, mais teatral, então teve muito planejamento, com muito carinho, fazendo do jeito que a gente queria e ficou do jeito que a gente queria”, explica Bruninho.

O cantor ainda destaca que por terem trabalhado em estúdios, tendo a formação musical ao lado de profissionais de renome, ajudou nessa produção: “Esse lance de estar muito novo no estúdio, é até um pouco injusto com as outras duplas, porque a gente prepara um show muito detalhado. Tem cantor que nem toca e a gente toca muito, e a gente faz o que gosta e essa é a parte legal”.

E os dois aparecem tocando e cantando em Preto e Branco, composição de Davi, que assume a primeira voz na canção, em que toca violão, enquanto Bruninho, que tem formação em piano, toca teclado. “Essa música, eu escrevi para eu mesmo cantar. Já pensei no Bruninho tocando o teclado, falei que ia combinar e foi um elemento surpresa no DVD”, conta Davi, sendo elogiado pelo parceiro de palco: “O povo não sabia disso, que ele canta um absurdo. Essa música foi mesmo projetada”

E se você acha que a dupla vai focar apenas na divulgação desse trabalho, está enganado. Bruninho e Davi já estão com um projeto novo encaminhado e a dupla vai se misturar ainda mais com outros estilos musicais: “Estamos fazendo um projeto pela Vevo que vamos cantar com artistas de outros segmentos, sem ser sertanejo. Sambô, Jeito Moleque, Fiuk e Armandinho são alguns dos nomes confirmados. Ele já está em andamento”, diz Bruninho.

E qual o objetivo: “A gente gosta de música e não ficamos limitados em um só produto. Queremos deixar um legado”, finalizam os cantores.

Ouça abaixo a nova música de trabalho da dupla, Me Leva Amor, além de Preto e Braco, quando Davi solta a voz:



Preto e Branco



Foto: Claudio Augusto

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Siga-nos

Facebook

Newsletter

Translate