Leo Chaves: ''Confesso que eu estava apreensivo com o nosso novo show''

. . Nenhum comentário:

Turnê nova, cenário novo, repertório novo. Victor e Leo passaram por São Paulo na última semana, em uma temporada de shows, que durou quatro dias, no agora Citibank Hall (antigo Credicard Hall). Os vencedores do Grammy Latino de melhor disco de música sertaneja, com o trabalho Ao Vivo em Floripa, agora estão trabalhando na divulgação do disco Viva Por Mim, que dá nome à nova turnê.

“A gente mudou o show completamente. Até músicas nossas, fizemos arranjos novos”, disse Leo, após a primeira noite de apresentação, na última quinta-feira, 12 de dezembro. “Vou falar um pouco de mim. Confesso que eu estava um pouco apreensivo, tenso no show. E vendo que as pessoas absorveram bem, se divertiram, fiquei mais tranquilo”, explicou.

A dupla ainda arriscou em colocar no repertório, canções gravadas por nomes da música nacional, como Primeiros Erros, sucesso da banda Capital Inicial, além de Vamos Fugir, de Gilberto Gil, em que Leo errou a letra, mas, com muito bom-humor e apoio da plateia, que cantava junto com a dupla, parou tudo e voltou atrás, a cantando novamente.

No repertório, além da atual canção de trabalho, Na Linha do Tempo, Amor.com, Tudo com Você, Guerreiro e Conheço Pelo Cheiro, foram outras músicas do novo álbum que foram apresentadas pela dupla.

Mas Amor de Alma, Borboletas, Tem Que Ser Você, Sinto Falta de Você, Vida Boa, Deus E Eu No Sertão, entre outras canções de sucesso dos cantores não ficaram de fora do show. “Eu e o Victor, nós temos essa característica, não conseguimos ser a mesma  coisa. A cada ano que passa a gente quer mudar, no CD, no show. A gente quer evoluir, quer aprender. Sempre buscando mais”, destaca o cantor.

Próxima música de trabalho

Como já dito, Victor e Leo estão trabalhando em Na Linha do Tempo, composição de Marcelo Martins e Sergio Porto, que ganhou videoclipe e já ultrapassou a marca de 14 milhões de visualizações no Youtube. E a próxima canção de trabalho só virá em janeiro ou fevereiro, segundo a dupla.

“Não pensamos agora, porque essa música está indo muito bem. Então não há necessidade de mudança de faixa. Vamos deixar o máximo que puder e aproveitar mesmo cada faixa do nosso disco”, explicou Victor.

“A maioria dos discos que lançamos, perderam muitas canções que a gente considera de ótima qualidade, por causa dessa questão apressada que o mercado age e te obriga a agir às vezes. Então vamos aproveitar o máximo desse disco e mudar as faixas só quando for realmente necessário”, completou o cantor.

Grammy Latino

Depois de cinco indicações, em 2013, Victor e Leo levaram o Grammy Latino, na categoria Melhor Álbum de Música Sertaneja, com o disco Ao Vivo em Floripa. Eles concorriam com os trabalhos de Michel Teló, Marcos e Belutti, Jorge e Mateus e João Bosco e Vinícius.

“É um prêmio que fala de música mundial, não é só brasileira. Eu acho que mostra o quanto a música brasileira vem crescendo e vem atingindo outros públicos e cada vez mais em nível mundial. E se teve alguém que merece esse prêmio foi o público de Floripa que fez um show a parte. A gente se deparou com 200 mil pessoas que eram famílias não só de lá, mas de outras regiões do Brasil. Fomos apenas um detalhe no DVD”, finalizou.

Veja mais fotos do show de Victor e Leo, em São Paulo



Fotos: Maraísa Bueno

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Siga-nos

Facebook

Newsletter

Translate